“É como gravar uma ida ao bordel”, diz ministro do STF sobre vídeo de reunião ministerial

Um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que não foi identificado, disse à repórter Basília Rodrigues, da CNN Brasil, que a baixeza do tom da reunião ministerial do dia 22 de abril, em que Sérgio Moro diz existirem provas da interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal, é como uma conversa de bordel, pelos palavrões e comportamentos dos participantes.


“Para gente que cuida de segurança, uma reunião como essa não caberia nem ser gravada, para o registro de palavrões? Condutas? É como gravar uma ida ao bordel”, teria afirmado o magistrado.

Leia a íntegra na Fórum.

WhatsApp Image 2022-06-20 at 08.21.57
WhatsApp Image 2022-07-02 at 09.04.26 (2)
WhatsApp Image 2022-07-04 at 15.17.50
WhatsApp Image 2022-07-23 at 13.43.36
WhatsApp Image 2022-07-23 at 13.45.11
WhatsApp Image 2022-08-02 at 14.46.41

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.